top of page
IMG-20221128-WA0021.jpg

Tecnologia e Trabalho

“Alimentando o futuro”: geração de trabalho e renda para mulheres da comunidade Cafundão a partir da produção e da comercialização de alimentos saudáveis e sustentáveis (Projeto)

Coordenação: MARISA ALICE SINGULANO ALVES (marisasingulano@ufop.edu.br)

Assessoria: AÇÕES INSTITUCIONAIS - PROEX/UFOP

 

Setor:  DEPARTAMENTO DE CIENCIAS SOCIAIS (DECSO )

Resumo: A proposta visa acompanhar a apoiar a iniciativa de implantação de uma agroindústria feminina na comunidade Cafundão, visando a produção e comercialização de produtos alimentares saudáveis e sustentáveis desenvolvidos a partir de recursos locais, produtos da agricultura familiar agroecológica e receitas tradicionais e, consequentemente, gerar trabalho e renda para as mulheres, suas famílias e para a comunidade.

Observatório do sujeito coletivo do trabalho (Projeto)

Coordenação:   Rodrigo Fernandes Ribeiro (rodrigo.fernandes@ufop.edu.br)

Assessoria: Ações usuais de Extensão - Comitê de Extensão

 

Setor:  DEPARTAMENTO DE SERVICO SOCIAL (DESSO)

Resumo: A presente ação de extensão em formato de projeto visa contribuir com a unidade do conjunto da classe trabalhadora em suas diversas condições, desde os trabalhadores assalariados com contratos de trabalho formalizados, os que trabalham e estão na informalidade e os desempregados ou subempregados. Adiciona-se à essa unidade uma aproximação dos/as estudantes, sindicalistas, trabalhadoras/es em geral e assistentes sociais com a realidade do trabalho nas cidades de Mariana e Ouro Preto, desde as condições das negociações dos acordos coletivos até suas lutas sindicais. Neste sentido, o “Boletim sobre condições de trabalho, negociações coletivas e conflitos sindicais em Minas Gerais”, produzido em duas edições no desenvolvimento do projeto em 2022, será retomado na busca pela sistematização das principais informações sobre essas relações no território de Minas Gerais, destacando o quadrilátero ferrífero e as cidades de Mariana e Ouro Preto, com divulgação digital, impressa e em debate virtual ou presencial com a participação de estudiosos do trabalho, sindicatos e associações de caráter sindical da região. 

A Sirene: modelos de negócios em novos arranjos produtivos jornalísticos (Projeto)

Coordenação:   CAROLINA MACHADO SARAIVA (carolsaraiva@ufop.edu.br)

Assessoria: AÇÕES INSTITUCIONAIS - PROEX/UFOP

 

Setor:  DEPARTAMENTO DE CIENCIAS ADMINISTRATIVAS (DECAD)

Resumo: Este projeto tem por objetivo desenvolver ações no campo, na área de Reestruturação Financeira do Jornal A Sirene, que representa as pessoas Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo e demais localidades atingidas pelo rompimento da barragem de rejeito, pertencente à empresa Samarco. A crise vivida no modelo de financiamento do Jornal A SIRENE, que ameaça a existência do veículo, levou o programa de extensão institucional Administração em Ação propor uma parceria com o programa Sujeitos de suas histórias para apoiar financeiramente a confecção do veículo, a fim de viabilizar a continuidade do jornalismo materializado pela publicação. Nosso entendimento é que se trata de ferramenta fundamental na luta das comunidades atingidas pelo crime minerário de Vale, Samarco e BHP Billiton. A Sirene é locus de luta, visibilidade e espaço de memória das comunidades atingidas. Neste projeto, nos voltamos para a necessidade de pensar, planejar e implementar modelos de negócios e formas de financiamento que consigam viabilizar o arranjo produtivo do jornal a médio e longo prazo. Em projetos anteriores, coordenados pela mesma professora coordenadora do programa Administração em Ação, desenvolveram-se ações relativas às demandas dos atingidos pela queda da barragem no tocante a projetos de trabalho e geração de renda, em Mariana e regiões vizinhas. Essas demandas estão sendo organizadas pela equipe e culminará neste projeto, planejado para 1 ano, que compreenderá o desenvolvimento de ações junto aos atingidos para a construção de modelos de negócios financeiramente sustentáveis para o jornal A Sirene, produzido pelos e para os Atingidos. As ações a serem desenvolvidas serão totalmente customizadas aos atingidos, em toda a sua integralidade: tempo de duração, local de realização, formas de abordagem e acesso aos mesmos. Devido aos projetos já anteriormente desenvolvidos e aprovados pela PROEX/UFOP, já se tem próximo network com os atingidos, havendo parceria estabelecida entre a professora e a Comissão dos Atingidos, a Cáritas, que é a Assessoria Técnica dos Atingidos e o jornal A Sirene. Frente a todo o conhecimento já existente em relação aos atingidos pela queda da barragem, desenvolvimento este que só foi possível com o apoio da UFOP, através dos projetos de extensão e de pesquisa, planeja-se para o ano de 2023 a realização de ações de natureza intervencionista com os atingidos a fim de, com eles, serem construídas ações de trabalho e geração de renda, visando o desenvolvimento de empregabilidade e reestruturação para o trabalho.

Observatório Digital do Trabalho (Projeto)

Coordenação:   Roberto Coelho do Carmo (roberto.carmo@ufop.edu.br)

Assessoria: Ações usuais de Extensão - Comitê de Extensão

 

Setor:  DEPARTAMENTO DE SERVICO SOCIAL (DESSO)

Resumo: Com a pluralidade das mudanças no mundo trabalho em curso desde a reestruturação produtiva dos anos 1980 e particularmente no atual contexto de indústria 4.0 associada à premente necessidade de regulamentação destes novos instrumentos de trabalho tecnológicos, o observatório prevê realizar mapeamento e acompanhamento de questões que relacionam essas transformações, as lutas sociais e o direito, trazendo o trabalhador para a discussão de temáticas sobre o mundo do trabalho. Assumimos o ser digital para catalisar temáticas capturadas na rede mundial de computadores a partir de trendtopics nas diferentes plataformas e difundir sob uma perspectiva dialógica com as trabalhadoras e trabalhadores.

Reestruturação Financeira para Organizações Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão (Projeto)

Coordenação: FABIO VIANA DE MOURA (favimoura@ufop.edu.br)

 

Assessoria:  Ações usuais de Extensão - Comitê de Extensão

 

Setor:  DEPARTAMENTO DE CIENCIAS ADMINISTRATIVAS (DECAD)

Resumo: Este projeto tem por objetivo desenvolver ações no campo, na área de Reestruturação Financeira para Organizações Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo e demais localidades atingidas pelo rompimento da barragem de rejeito, pertencente à empresa Samarco.  O novo contexto social e econômico em que se encontram os atingidos, seja Mariana e redondezas, ou o próprio local de reassentamento, implica em ofertas de emprego e oportunidades de geração de renda diferentes das presentes nas comunidades de origem dos atingidos. Assim, para tornar-se empregável na nova região em que reside, o atingido precisa desenvolver habilidades e competências para o trabalho. Tornando-se mais competente, suas chances de conseguir empregos melhores aumenta e, por consequência, sua qualidade de vida.

Reestruturação Mercadológica para Organizações Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão (Projeto)

Coordenação: CAROLINA MACHADO SARAIVA (carolsaraiva@ufop.edu.br)

 

Assessoria: Ações usuais de Extensão - Comitê de Extensão

 

Setor:  DEPARTAMENTO DE CIENCIAS ADMINISTRATIVAS (DECAD)

Resumo: Este projeto tem por objetivo desenvolver ações no campo, na área de Reestruturação Mercadológica para Organizações Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo e demais localidades atingidas pelo rompimento da barragem de rejeito, pertencente à empresa Samarco. O novo contexto social e econômico em que se encontram os atingidos, seja Mariana e redondezas, ou o próprio local de reassentamento, implica em ofertas de emprego e oportunidades de geração de renda diferentes das presentes nas comunidades de origem dos atingidos. Assim, para tornar-se empregável na nova região em que reside, o atingido precisa desenvolver habilidades e competências para o trabalho. Tornando-se mais competente, suas chances de conseguir empregos melhores aumenta e, por consequência, sua qualidade de vida.

Reestruturação Estratégica para Organizações Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão (Projeto)

Coordenação:  CAROLINA MACHADO SARAIVA (carolsaraiva@ufop.edu.br)

 

Assessoria:  Ações usuais de Extensão - Comitê de Extensão

Setor:  DEPARTAMENTO DE CIENCIAS ADMINISTRATIVAS (DECAD)

Resumo: Este projeto tem por objetivo desenvolver ações no campo, na área de Reestruturação Estratégica para Organizações Atingidas pela Queda da Barragem de Fundão de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo e demais localidades atingidas pelo rompimento da barragem de rejeito, pertencente à empresa Samarco. O novo contexto social e econômico em que se encontram os atingidos, seja Mariana e redondezas, ou o próprio local de reassentamento, implica em ofertas de emprego e oportunidades de geração de renda diferentes das presentes nas comunidades de origem dos atingidos. Assim, para tornar-se empregável na nova região em que reside, o atingido precisa desenvolver habilidades e competências para o trabalho. Tornando-se mais competente, suas chances de conseguir empregos melhores aumenta e, por consequência, sua qualidade de vida. Em projetos anteriores, coordenados pela mesma professora, desenvolveu-se ações relativas às demandas dos atingidos pela queda da barragem no tocante a projetos de trabalho e geração de renda, em Mariana e regiões vizinhas. Essas demandas estão sendo organizadas pela equipe e culminará neste projeto, planejado para 2 anos, que compreenderá o desenvolvimento de ações junto aos atingidos para o desenvolvimento dos mesmos para o trabalho e/ou desenvolvimento de alternativas de geração de renda, através do empreendedorismo social. O trabalho, ora projetado, executará os seguintes procedimentos para alcançar seus objetivos: • Realização de pesquisa para compreender o mercado da região, assim, o número de produtos a serem comercializados, levando em conta os insumos disponíveis e passíveis de serem adquiridos; • Produzir informações necessárias à definição de estratégias de cooptação de novas associadas e de possíveis compradores; • Definir estratégias de conscientização da população local e do entorno, • Realização de cursos de capacitação dos atingidos participantes abrangendo conhecimentos técnicos relacionados à produção em si e à qualidade do produto, e relativos à gestão comercial dos negócios; • Acompanhamento técnico dos processos e técnicas utilizados na captação da matéria prima, na produção, na melhora da qualidade do produto, no armazenamento eficiente, nas estratégias de marketing e psicossociais, e em outras que se fizerem necessárias à autossuficiência e à perenidade das atividades planejadas; • Avaliações periódicas que objetivarão produzir informações acerca da eficácia dos procedimentos utilizados, subsidiando possíveis ajustes no curso de ação das atividades programadas e consequente melhora nos resultados almejados. As ações planejadas para este projeto em questão serão diversas, tais como: cursos, oficinas, acompanhamento técnico e tudo o mais relativo à gestão estratégica dos empreendimentos dos atingidos que se encontram em Mariana e cidades vizinhas e que carecem de competências técnicas da área administrativa para sua colocação no mercado de trabalho. As ações a serem desenvolvidas serão totalmente customizadas aos atingidos, em toda a sua integralidade: tempo de duração, local de realização, formas de abordagem e acesso aos mesmos. Devido aos projetos já anteriormente desenvolvidos e aprovados pela PROEX/UFOP, já se tem próximo network com os atingidos, havendo parceria estabelecida entre a professora e a Comissão dos Atingidos, a Cáritas, que é a Assessoria Técnica dos Atingidos e o jornal A Sirene. Frente a todo o conhecimento já existente em relação aos atingidos pela queda da barragem, desenvolvimento este que só foi possível com o apoio da UFOP, através dos projetos de extensão e de pesquisa, planeja-se para o ano de 2023 a realização de ações de natureza intervencionista com os atingidos a fim de, com eles, serem construídas ações de trabalho e geração de renda, visando o desenvolvimento de empregabilidade e reestruturação para o trabalho.

bottom of page